Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Buriti Alegre -

Polícia Militar interrompe ação de traficantes em Buriti Alegre

Durante patrulhamento de rotina pelo Setor Morada dos Buritis a guarnição da Polícia Militar avistou uma pessoa em atitude suspeita, sendo assim, a equipe decidiu por abordá-lo. Ao fazer a revista foi encontrado em seu bolso a quantia de 13 pedras que aparentam ser crack já doladas para a venda, ao olhar dentro de seu guarda roupas no seu quarto foi encontrada mais 2 dolas que aparentam ser maconha juntas a uma balança de precisão. Indagado onde teria conseguido as drogas para revender, o mesmo disse que pegou de uma outra pessoa.

Em ato contínuo os policiais se deslocaram até a residência da mesma e revistar sua casa, encontraram a quantia de 3 porções de tamanho grande de um produto aparentando ser crack e outra porção a cocaína enterradas no quintal dentro de uma sacola, onde tinha ainda uma agenda com todas as anotações referentes a venda de drogas na cidade desde o mês de outubro de 2019 e uma quantia de 183,00 reais.

Segundo os policiais, com autorização do proprietário, verificaram seu celular e constaram que havia muitas negociações de entorpecentes com inúmeras pessoas da cidade. Ele confirmou ainda que realmente repassava a droga aos vendedores e recolhia o dinheiro para deposito, fazendo ainda a contabilidade para um sujeito identificado como Brayan, vulgo "Branco", preso no presídio de Sarandi, em Itumbiara. Os policiais constataram no caderno da contabilidade que nesse mesmo dia uma terceira pessoa havia pego uma quantia de drogas, levando os PMs a se deslocarem até a casa do mesmo, onde encontraram em seu guarda roupas a quantia de 16 pedras de crack e uma porção de maconha, que em seguida, de boa vontade, mostrou seu celular, chamando a atenção dos PMs uma conversa dele com Bryan vulgo "Branco" dando conta de que recebera deste no dia anterior 3 armas, sendo 2 revolveres 38 e uma pistola 380 não localizados nas buscas. Na conversa, as armas seriam para que um homem identificado como Marcelo matasse uma outra pessoa conhecida como Wando, vulgo "Cara Queimada" que acabara de sair da cadeia. Segundo as conversas contidas no aparelho o crime deveria ocorrer essa semana na cidade de Buriti Alegre.

Após exames os homens foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de plantão, em Itumbiara. Participaram da operação os policiais SD Nilson, SD Thiago e SGT Santos.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior