Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Caldas Novas -

Casal é preso por tráfico e laboratório desmantelado

Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos, 6DRP, com sede em Itumbiara, coordenados pelo Delegado Rogério Moreira, prenderam em flagrante delito, na tarde desta quinta feira (7), o casal Antônio Everson da Silva ( 28 anos) e Pricilla Pereira dos Santos (22 anos), pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico, por manterem em depósito para a venda, drogas ilícitas, fato ocorrido numa residência, localizada no Bairro Estância Itanhangá, em Caldas Novas.

Após 15 dias de investigações, equipes do GENARC realizaram diligências na cidade das Águas Quentes no sentido identificar e prender as pessoas de Antônio Everson, vulgo "Badu" e sua companheira por comercializarem grande quantidade de cocaína na cidade de Caldas Novas.

Assim, após verificada a procedência das informações, e descoberto o esconderijo do suspeito, onde, na verdade, funcionava um laboratório de refino de cocaína, foi montada uma operação policial com o fim de prender os investigados em flagrante e apreender a maior quantidade possível de drogas*

Assim, por volta das 14h, após os agentes visualizarem uma atitude suspeita em frente ao imóvel do investigado, os agentes do GENARC procederam a abordagem policial, onde, em busca pessoal, os Policiais Civis apreenderam cerca de 10 porções de cocaína, embaladas prontas para a venda com Antônio Everson.

Prova a autoria e Materializada a conduta delitiva de tráfico de drogas, os policiais civis adentraram ao imóvel do investigado e descobriram um verdadeiro laboratório de refino de cocaína.

No quarto do investigado estava sua companheira Priscilla Pereira, onde foram apreendidos mais porções de cocaína, além de balança de precisão, máscara, luvas, dinheiro trocado e um caderno contendo a contabilidade do tráfico.

Do lado externo da residência, no quintal, os agentes encontraram dois tambores cheios de insumos para o refino da cocaína, além de ácido bórico, éter, anestésicos, tudo utilizado para aumentar a potencialidade do entorpecente.

Diante do exposto, foi dada voz de prisão em flagrante ao casal Antônio  e Priscilla Pereira e, em seguida, conduzidos à Delegacia de Polícia onde está sendo lavrado o auto de prisão em flagrante pelas práticas dos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico e se condenados as penas podem chegar a 25 anos de prisão.

Finalizado o procedimento, os autuados serão recolhidos ao Presídio local onde permanecerão à disposição da justiça. Fonte/foto: 6DRP/Itumbiara

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior