Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Caldas Novas -

Vigilante Penitenciário Temporario é detido suspeito de facilitar fuga de detentos

Um Vigilante Penitenciário Temporário (VPT), que estava lotado na Unidade Prisional Regional de Caldas Novas, foi detido após ser flagrado repassando celulares, acessórios para os eletrônicos e porções de drogas aos detentos do presídio, na madrugada deste domingo, 19/01. O mesmo que realizava seu último plantão antes do encerramento do contrato temporário de 01 ano, também é suspeito de ter facilitado a fuga dos dois custodiados que cumpriam pena no local por homicídio. A fuga ocorreu também na madrugada deste domingo.

De acordo com a 4 ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária, o servidor de 37 anos foi flagrado por meio do videomonitoramento da unidade no momento do repasse dos materiais ilícitos; imagens que também comprovam que o vigilante não realizou os devidos procedimentos no momento em que os detentos impetravam fuga.

Diante das imagens, foram averiguados demais atos do servidor e apurações iniciais apontam a suspeita de que esse temporário realizou remanejamento de detentos sem aviso prévio e determinação da direção, o que teria facilitado o acesso destes presos ao espaço externo das celas e em seguida estes custodiados fugiram do presídio.

Mediante os levantamentos realizados, e após questionamentos ao então servidor, de imediato foi feito o encaminhamento dele à Delegacia de Polícia Civil (PC) do município onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante e serão tomadas as devidas providências.

Procedimentos administrativos internos foram abertos para apuração das responsabilidades e serão aplicadas as sanções cabíveis em lei aos dois detentos e ao VPT que segue sob investigação das autoridades competentes. De imediato, a Direção-geral de Administração Penitenciária determinou destrato do servidor que seria encerrado no próximo dia 22.

A ação rápida dos demais agentes da unidade é resultado da aplicação de uma série de medidas propostas pelo Governo do Estado para o controle da segurança em unidades prisionais do Estado, no combate à corrupção.

Com o então servidor flagrado estavam alguns materiais que, possivelmente ainda seriam repassados pra dentro da unidade, sendo uma quantia em dinheiro, um cheque, dois celulares, porção de droga, um pedaço de ferro, carregador para eletrônicos e diversas caixas de acessórios para aparelhos móveis.

Após revista estrutural realizada pelo Grupo de Intervenção Tática da regional, pertencente à DGAP, pós-fuga, foram encontradosos materiais; cujo repasse foi flagrado pelo monitoramento de câmeras de vídeo do presídio.

Todos os itens, estão à disposição das autoridades competentes para os devidos fins.


Monitoração por meio de câmeras de segurança

Visando o aumento da segurança a Unidade Prisional Regional de Caldas Novas, pertencente à 4ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), concluiu nesta semana, a Instalação do videomonitoranento do presídio. A ação foi de suma importância para a prisão do VPT.

A conclusão da instalação do vídeomonitoramento foi realizada com recursos viabilizados por parceria com o poder judiciário local e a DGAP.

O presídio passa a contar com o auxilio de 31 câmeras no videomotioramento de todos os ambientes do local. As imagens servirão de apoio para as investigações sobre o fato ocorrido.

Fonte: DGAP/Comunicação Setorial

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior