Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiânia -

Governador recebe representantes do Banco da China

 

Governador recebe representantes do Banco da China


O governador Marconi Perillo recebeu, na manhã de hoje, representantes do Bank Corporation Rio de Janeiro, Banco da China naquele estado. Os chineses informaram ao governador que têm fortes interesses no Estado em virtude do conhecimento sobre as potencialidades econômicas que permitem a Goiás se destacar nacional e internacionalmente. O maior interesse é em investimentos em energia, em etanoldulto e infraestrutura. Informaram ao governador Marconi que o banco tem, hoje, 250 bilhões de dólares de ativos e, deste valor, em torno de 160 a 170 bilhões para investir no exterior.

Na reunião com os representantes, além do vice-governador Jose Eliton, participaram os secretários de Gestão e Planejamento, Giuseppe Vecci, de Infraestrutura, Danilo de Freitas e de Agricultura, Antônio Flávio de Lima, além do assessor para Assuntos Internacionais Elie Chidiac. Os secretários expuseram os números que afirmam o crescimento do Estado em cada setor, por meio de apresentação em vídeo, após o discurso do governador.

Marconi disse ao grupo que aguardava a vista e que o interesse em estabelecer relações foi projetado pela senadora Kátia Abreu, que é presidente da Confederação Nacional de Agricultura (CNA). Após os representantes dizerem a Marconi que tinham conhecimento da performance da economia goiana, o governador lhes disse confirmou que a economia de Goiás tem conseguido desempenho bem superior à média brasileira. As estatísticas sobre os dados de 2012 atestam que Goiás foi o que mais cresceu no PIB. “E, nos dois primeiros meses deste ano, foi o que mais gerou empregos proporcionalmente no País.

Em 2012, fomos o segundo que mais cresceu no desenvolvimento industrial, e também tivemos desempenho muito forte na área de exportação e importação. Para este ano e o próximo, temos projeto muito arrojado na área de infraestrutura”, informou.

O governador disse a eles que, além dos projetos de concessão que estão sendo desenvolvidos pela Empresa Brasileira de Logística (EBL), há ainda um projeto para Goiás, que é privado, referente à construção do Etanolduto, que interligará Paulínia até a região Centro-Oeste, com investimentos de R$ 6 bilhões.

“Goiás já é o segundo maior produtor de cana-de-açúcar e etanol do País. Essa empresa tem muito interesse em estabelecer contatos com o Banco da China”, disse. Os chineses reforçaram o interesse no Estado e disseram que pretendem estabelecer relação sólida com o governo do Estado.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior