Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiânia -

Quase oito mil estudantes são contemplados com o Bolsa Universitária

Quase oito mil estudantes são contemplados com o Bolsa Universitária


Na manhã de hoje o Centro de Convenções, na capital, estava lotado e o motivo não foi um show ou uma apresentação teatral. Jovens e adultos aguardavam o momento para assinarem o contrato que vai possibilitar a concretização do sonho de ter um diploma de curso superior. Quase oito mil estudantes vão receber da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), através do Programa Bolsa Universitária, uma bolsa parcial ou integral para estudarem em universidades do Estado. No total, 7.952 estudantes passarão a receber o benefício. Destes, mil receberão a bolsa integral e 6.952, a parcial. A inclusão de novos beneficiários do processo seletivo foi realizado no segundo semestre de 2012.

Patrícia Bernardes é uma dessas estudantes. Com CPF, RG e caneta nas mãos ela aguardava ansiosamente o momento de assinar o contrato. Para ela,  a bolsa vai ajudar a concluir o curso de Pedagogia, em Goiânia. Patrícia, de 33 anos, é casada e tem dois filhos. Atualmente o marido está desempregado e ela revela que sem essa ajuda da bolsa integral, ficaria difícil pagar a mensalidade da faculdade, que fica em torno de R$ 500. A dona de casa conta que seu dia a dia é uma correria, cuidando da casa e dos filhos durante a manhã e, à tarde, indo para a faculdade. “É um sonho que será realizado”.

O coordenador-geral da OVG, Afrêni Gonçalves (foto), explica que para conseguir a Bolsa, os estudantes atendem aos critérios de inclusão: renda bruta familiar mensal de até 3 salários mínimos para bolsa integral e renda bruta familiar de até seis salários mínimos para bolsa parcial. Atualmente, 16.138 universitários são beneficiários. Do total, 8.175 são da capital e 7.963 do interior. Com a inclusão desses novos bolsistas, aproximadamente 24 mil estudantes são contemplados.

Ao serem inscritos no Programa Bolsa Universitária, os estudantes se comprometem a prestar a contrapartida em uma das instituições parceiras cadastradas na OVG, em sua área de formação ou em ações humanitárias, como a doação de sangue. Leibson Teixeira (foto) é um dos contemplados com a bolsa parcial. Ele tem 39 anos e é motorista de carreta. Casado e com três filhos, ele afirma que sem a ajuda não teria condições de pagar as mensalidades. Quanto à contrapartida, ele é categórico “Ajudamos assim o próximo. É o mínimo que podemos fazer”.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior