Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Assistência Social avalia Projeto Jiu Jitisu para Jovens

A primeira-dama Andréia de Moraes esteve presente nesta quarta-feira (22) no Espaço Cultural do SCFV, onde acompanhou o PROJETO JIU JITSU PARA OS JOVENS, uma parceria entre a Secretaria de Assistência Social, Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) e da equipe de instrutores e professores de Jiu Jitsu. As aulas contaram com a presença do renomado professor filiado às Federações Goiana e Brasileira, Ederson Pacheco que detém inúmeros títulos do Jiu Jitsu goiano e nacional e ainda, de vários colaboradores e alunos. Para o público presente e prováveis futuros alunos, foram feitas apresentações e simulações de combate que envolve força física, destreza e habilidade. A Secretaria de Assistência Social, estará juntamente com o SCFV, buscando parceiros na iniciativa privada e na sociedade, para dar sequência e oferecer crescimento ao projeto que poderá trazer futuros campões deste esporte para o município, bem como, iniciar jovens de todas as classes sociais que moram em Goiatuba, produzindo aqui, seus próprios campeões nas mais diversas categorias e até mesmo revelar grandes talentos deste esporte e tornar-se uma referência no estado. Para que tudo isso aconteça é necessário que o projeto que deu seus primeiros passos no ano passado, encontre guarida, não somente do poder público municipal que já atende, dentro das possibilidades, com a estrutura básica para os jovens e crianças. É necessário que outros parceiros tenham interesse na implantação e deem também, sua contrapartida, com patrocínio e incentivo.

As aulas de jiu jitsu para crianças e jovens tem por objetivo melhorar a concentração, proporcionar auto-estima, disciplina e saúde com total segurança. Muito mais do que apenas golpes e posições marciais, nesta modalidade busca fortalecer a relação de amizade entre pais e filhos, formar o caráter e possibilitar que a criança atinja a adolescência com seus princípios morais já formados, ressaltou a primeira-dama Andréia de Moraes, atualmente, uma das incentivadoras para que a implantação do projeto ocorra.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior