Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Desfile de 7 de setembro promove resgate cultural

Quase uma década depois o público goiatubense volta a contemplar a beleza do desfile cívico de 7 de setembro e comemora a Independência do Brasil, que neste ano completou 192 anos como país independente da coroa portuguesa.

Para promover este resgate e comemorar a data, cerca de 1.500 alunos das redes Municipal, Estadual e Privada participaram do desfile que teve como tema a própria Independência. Além dos alunos das escolas goiatubenses, participaram alunos de escolas de Pontalina, Bom Jesus, Buriti Alegre, Panamá, além de órgãos municipais e algumas entidades. As escolas contaram com o apoio de diversas empresas locais.

O desfile deste ano foi aberto pela Banda Marcial Tio Célio, do Colégio Estadual Jerônimo Pereira Maia, da cidade de Pontalina, que tem levado muita alegria por várias cidades da região. A Escola Vanise de Oliveira Salatiel foi a primeira da cidade a desfilar e retratou os primeiros passos da independência mostrando com perfeição a Inconfidência Mineira, liderada por Tiraden-tes. O Colégio Antares Ulbra retratou as Regiões do Brasil levando o público a uma viagem por todo o país, mostrando a cultura e folclore de cada uma.

A Banda Municipal Dona Naná, da cidade de Panamá, com seus 50 integrantes mais uma vez abrilhantou um evento goiatubense. A Banda apresentou um desfile impecável e recebeu o aplauso dos espectadores em todo o percurso. A Escola Estadual Manoel Vicente Rosa retratou as Etnias existentes no Brasil, ressaltando a presença dos estrangeiros na composição do povo brasileiro, principalmente a contribuição dos negros, índios, portugueses, ale-mães, japoneses, italianos e espanhóis nos aspectos culturais, religiosos, econô-micos e esportivos.

O Colégio São Carlos, do Distrito de Marcianópolis retratou o tema “Brasileirinho”, mostrando as profissões, o sertanejo e principalmente a “catira”. A Escola Maria de Lourdes Martins Costa apresentou o tema Fauna e Flora do Brasil, mostrando os sete biomas: Amazônia, Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica, Pantanal, Costeiros e Pampas. A Escola Prof.ª Nara de Oliveira Borges retratou o Folclore. Já a Escola Prof.ª Irene Rosa Ferreira retratou a Agricultura e Pecuária brasileira, que além de sua importância social tem assegurado ao país forte presença no mercado internacional através das exportações e geração de divisas e riquezas.

A Banda Bem-Te-Vi, do Colégio Estadual de Goiatuba mais uma vez abrilhantou um desfile cívico na cidade e trouxe à memória de muitos um pouco da história do município, onde a Banda e os alunos do Colégio levavam a alegria do goiatubense até outras fronteiras. O Colégio Estadual retratou em seu desfile a “Música”, mostrando toda riqueza do país neste campo. Os alunos atendidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (antigo PETI), trouxeram para a avenida um tema muito interessante e que aos poucos os brasileiros começam a se interessar por ele – a Literatura, com Alas e Carros Alegóricos retratando os principais autores e obras da literatura brasileira.

O Colégio Paranaíba trouxe para a avenida o Cinema, com Pelotões e Carros Alegóricos com os principais responsáveis pela criação do cinema no país, como Carmem Miranda, Oscaritto e Mazaaroppi. O Colégio Estadual Oséas Borges Guimarães apresentou ao público a Dança em todos os seus estilos e ritmos, como o samba, forró, tango, bolero, valsa, salsa e muitos outros. A Escola Lígia Assis de Paiva, de Buriti Alegre participou do desfile goiatubense com a Banda de Tambores Talentos Mirins, composta por 60 integrantes é por 10 ritmos, desde  Sambas, Olodum a boleros. A Escola Maria de Lourdes Estivalet Teixeira apresentou um belíssimo desfile retratando o Carnaval brasileiro, a maior festa folclórica do mundo.

A Escola Prof.ª Ana Perciliana Prado Vargas mostrou ao público que prestigiou o desfile o Frevo, dança brasileira originária de Pernambuco, do ano de 1910, misturando Marcha, Maxixe e elementos da Capoeira. A Escola Maria Luzia Rezende Simões com seus alunos mostraram a Quadrilha, festa folclórica das festas juninas no Brasil e praticada em todas as regiões, com adaptações regionais. A Escola Geraldo de Assis Lopes escolheu como tema o Samba, ritmo brasileiro e admirado por todos os povos e bem difundido através do carnaval. Todavia, o Samba possui várias correntes e nomes que vão de Noel Rosa a Alexandre Pires (que já residiu em Goiatuba por três anos). A Escola Noêmia de Castilho com seus alunos retrataram o Forró, que a partir de 1950 ganhou importância nacional com grandes artistas, como Luiz Gonzaga e tantos outros.

A Escola Ministro Alfredo Nasser mostrou na avenida os Esportes, como o país conseguiu se mostrar através de algumas modalidades, como futebol, hipismo, voleibol, tênis e natação. A cidade de Bom Jesus prestigiou o desfile goiatubense com a Banda do CEPJAR com uma apresentação impecável. 

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior