Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

FAFICH terá Centro de Línguas e Colégio de Aplicação

Está em fase adiantada o projeto de criação do Centro de Línguas da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Goiatuba – FAFICH. O projeto prevê que serão ofertados os cursos de língua Inglesa, Espanhola e Francesa, além do curso de Libras, usado na comunicação de surdos e mudos, com início das atividades em 2016.

A revelação feita pelo presidente do Conselho Gestor da FESG, Dr. Vinícius Borges di Ferreira, ressalta que o Centro de Línguas é um projeto de extensão da FAFICH coordenado pelas professoras Juldisandra Amélia Canêdo e Maria Aparecida Conti e prevê atendimento não só para os acadêmicos, mas também à comunidade com o objetivo de qualificar as pessoas para o mercado de trabalho.

Segundo Dr. Vinícius, nos próximos dias as coordenadoras divulgarão mais informações sobre o Centro de Línguas, mas adiantou que as inscrições serão abertas em janeiro e as aulas em fevereiro.

O projeto terá um sistema que permitirá a alunos da rede pública com boas notas e frequência significativa a terem acesso aos cursos oferecidos pelo Centro de Línguas da FAFICH. Como cada curso terá um limite de alunos, a coordenação está definindo os critérios de avaliação atender estes alunos oriundos da rede pública e que serão beneficiados.

Já o Colégio de Aplicação, segundo Dr. Vinícius, está com o projeto em fase final de elaboração para ser protocolado no Conselho Estadual de Educação (CEE) e deverá entrar em atividade apenas em janeiro de 2017. A comissão responsável pelo projeto já visitou algumas unidades, inclusive em outros estados para conhecer os principais aspectos e desafios de uma unidade educacional dessa modalidade.

O gestor ressaltou que o projeto será protocolado no Conselho no início do semestre que vem, dando tempo suficiente para que a FESG faça os investimentos necessários para a criação da unidade. O objetivo é aproveitar melhor a estrutura da FAFICH que atualmente possui dezenas de salas de aulas e modernos laboratórios ociosos na maior parte do tempo atendendo a população com ensino de qualidade, além de servir de laboratório para os profissionais que são preparados pela instituição todos os anos.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior