Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Festa em Morrinhos termina em tragédia para goiatubenses

 

Seria apenas mais uma cavalgada, ato tradicional na abertura das festas agropecuárias da região, o que nunca foi diferente na cidade de Morrinhos. O evento na cidade mãe da região Sul reuniu mais de 500 cavaleiros e amazonas e tudo transcorria dentro da normalidade, com o tradicional passeio pelas ruas da cidade, muita gente bonita, carros de som e bebidas, evento que normalmente atrai pessoas de toda região.

Mas o que seria só mais uma festa terminou em tragédia para 3 famílias goiatubenses. É que um acidente envolvendo um veículo pequeno e um ônibus matou os jovens Alexandre Ferrais, de 20 anos; Lucas Martinho, de 21 anos e Deivid Henrique de 26 anos (fotos), que retornavam para suas casas em Goiatuba. O acidente aconteceu próximo das 17h30, da tarde de sábado (30), quando um grave acidente no Km 3, da Rodovia GO-476, tirou a vida de três jovens.

Segundo testemunhas e amigos das vítimas, os jovens passaram boa parte do dia juntos no Parque de Exposição de Morrinhos, onde muita gente festejava o início da 41ª ExpoMorrinhos.

Sem nenhuma justificativa, Alexandre, Lucas e Deivid deixaram de usar a rodovia BR-153, que é duplicada e optaram por voltar para Goiatuba no fim da tarde, pela GO-476, rodovia que liga Morrinhos a Buriti Alegre.

As primeira informações e evidências levantadas pela equipe de peritos que investigam o acidente indicam que eles trafegavam em alta velocidade em um veículo VW Parati placas JPF 3424 de Goiatuba, quando alcançaram um ônibus de transporte de funcionários da Usina CEM que trafegava no mesmo sentido da rodovia. A evidencia principal da alta velocidade foi detectada pela marca de frenagem do veículo deixada na pista, com quase 40 metros de extensão e mesmo assim o veículo em que os jovens viajavam não parou, chocando se com o ônibus, onde estava apenas o motorista, que nada sofreu.

O impacto foi tão forte e de uma violência que ele foi parar debaixo do ônibus, matando os três jovens no local. Apesar da agilidade dos homens do Corpo de Bombeiros e das ambulâncias de socorro da Usina CEM, nada pode ser feito, porque todos já mortos em meio às ferragens.

Como o acidente aconteceu no fim de semana, onde os peritos da Polícia Técnica trabalham em regime de plantão, houve demora na chegado do profissional, o que só aconteceu após as 21 horas quando foi feito o trabalho para a retira dos corpos dos jovens do meio das ferragens.

O velório dos três jovens será liberado a partir das 9h deste domingo (31), sendo que dois serão velados na Sala de Homenagens Paz Universal e um será velado na Sala de Homenagens da Pax Santa Rita. As famílias não divulgaram detalhes sobre o horário dos sepultamentos.

Apesar da frenagem, o veículo ficou quase todo debaixo do ônibus

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior