Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Huercasa deve investir R$ 150 milhões em agroindústria

O dia 24 de fevereiro se tornou um dia histórico para a comunidade goiatubense. É que o município recebeu a visita de dois membros da diretoria da Huercasa (Pablo Billalva Agular e Arturo Basurto), indústria espanhola que atua na produção de alimentos de alta qualidade e padrão genético, graças ao pioneirismo na implementação de sistemas de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle, desde 1995, todos os processos de fabricação, onde são verificados segurança dos alimentos que a empresa coloca no mercado (Alimentos em conserva).

A visita dos empresários teve uma agenda extensa e se iniciou com um almoço oferecido pelo prefeito Fernando Vasconcelos à comitiva, onde eles puderam conhecer um pouco dos sabores da rica culinária goiana, servida no Restaurante O Caipirão. Na sequência, a comitiva visitou a Fazenda Magnólia, onde conheceram o sistema de irrigação da propriedade, a indústria de sementes, o sistema de plantio e se reuniram com diretores da empresa, produtores rurais, empresários da cadeia do agronegócio, além de lideranças políticas e classistas, momento em que puderam trocar informações com os goiatubenses e também conhecer melhor os fatores climáticos, altitude, qualidade do solo, principais pragas e doenças.

O prefeito Fernando Vasconcelos apresentou aos espanhóis duas áreas com potencial para receber a planta industrial da Huercasa, uma em uma fazenda próximo ao trevo com a Rodovia BR 153 e a outra no Distrito Agroindustrial de Goiatuba (DIAGO). A comitiva também conheceu as instalações da 5ª Cia. dos Bombeiros Militares, os laboratórios do Instituto Tecnológico de Goiás (ITEGO), o qual deverá ser o responsável por preparar boa parte da mão de obra que será utilizada na indústria.

Na última parte da visita, a comitiva visitou a Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Goiatuba – FAFICH, onde conheceram um pouco mais do município, através de um vídeo institucional criado para apresentar o histórico socioeconômico de Goiatuba. Os diretores da Huercasa usaram do mesmo recurso para apresentar um pouco da empresa, sua atuação e o que pretendem com a unidade que implantarão no Brasil.

O encontro com os empresários foi prestigiado pela deputada estadual Eliane Pinheiro, vice-prefeito Elioenay Magalhães, vereadores, secretários, diretoria da ACIAG/CDL, diretoria do Sindicato Rural de Goiatuba, entre outras lideranças e organismos que se fizeram representados.

Arturo e Pablo ressaltaram a satisfação que tiveram pela forma que foram recebidos pelo Prefeito e demais autoridades tanto do legislativo local, deputada estadual Eliane Pinheiro, quanto dos segmentos organizados como Sindicato Rural e CDL, pois o prefeito demonstrou a eles uma convergência de forças em prol da instalação da indústria no município.

Investimentos de R$ 150 milhões e 200 empregos diretos

A Huercasa possui uma ampla linha de produtos em conserva e atende a comunidade europeia e tem como clientes as maiores redes varejistas do velho continente, como milho doce, batata, beterraba e outros legumes deve investir na primeira etapa do empreendimento (implantação da indústria) cerca de US$ 34 milhões (cerca de R$ 150 milhões) e gerar cerca de 200 empregos diretos e outras centenas de empregos indiretos.

Nas etapas seguintes, a empresa deve investir outros US$ 60 milhões (cerca de R$ 250 milhões). O objetivo da Huercasa com a unidade brasileira é atender o mercado nacional e todo o continente americano, ou seja, a unidade terá forte atuação no mercado internacional, exportando grande parte da produção para países da américa latina e américa do norte.

Segundo o prefeito Fernando Vasconcelos, a implantação da Huercasa em Goiatuba mudará a história do município e mostra que o município está pronto para receber investimentos, isto é fruto da parceria que criamos com o governador Marconi Perillo, vice-governador José Eliton, nossos deputados e claro, estou muito confiante de que este empreendimento será confirmado nos próximos dias para Goiatuba”, avaliou.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior