Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Polícia localiza e prende suspeitos por homicídio

Policiais Civis lotados na Delegacia de Goiatuba prenderam em flagrante neste sábado (7) Leandro Pinheiro da Silva, 33 anos, após ter ceifado a vida de Halbert Sousa Campos, utilizando-se de uma arma de fogo.

Leandro havia sido preso em outubro de 2018 após agredir e manter em cárcere privado sua então companheira Milene Maria Maurício. Permaneceu preso durante 7(sete) meses por tais crimes.

Segundo a Polícia Civil,  um mês após ser libertado, assassinou cruelmente sua ex-companheira com disparos de arma de fogo, fato este que se deu na frente do filho do casal, uma criança de apenas quatro anos de idade.

Foragido desde a data do crime, Leandro jurou matar também Halbert, pessoa com quem Milena teria mantido um relacionamento amoroso extraconjugal.

Na madrugada de ontem, Leandro, de posse de revólver cal.38, disparou contra Halbert na saída de uma festa realizada no Setor Imperial, Goiatuba-GO, o qual foi atingido por dois projéteis. A vítima faleceu horas depois no Hospital de Urgências, em Goiânia.

Após tomarem conhecimento dos fatos, policiais civis passaram a realizar diligências no sentido de prender o autor. Leandro foi localizado no interior da residência de um ex-presidiário no bairro Vila Betânia, nesta cidade.

Com ele foi localizada a arma do crime, além de 4 munições intactas e 2 deflagradas. Foi ainda cumprido um Mandado de Prisão Preventiva pelo feminicídio de Milena.

Na Delegacia, Leandro confessou a autoria dos crimes e afirmou que o motivo que o levou a matar os dois é que foi traído por 3 anos.

Os policias prenderam ainda João Paulo Gomes Mendoça de posse de uma pistola cal.380, municiada, e um revólver cal.32, este último teria sido utilizado por Leandro para matar Milena. João Paulo, amigo de infância de Leandro e ciente de suas intenções, o levou até a festa possibilitando que o crime ocorresse.

Após os procedimentos de praxe, os presos foram recolhidos na Unidade Prisional de Goiatuba, onde se encontram a disposição da justiça. Fonte/fotos: 6. DRP/Itumbiara.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior