Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

PROSA, POLÍCIA E POLÍTICA

AMOR E ÓDIO - A PM chegou no Setor Bananeiras, onde Dyeisson de Manoel Santana, 39 anos de idade, estava visivelmente transtornado e muito nervoso, portando uma faca tipo peixeira, ameaçando Sileni Maria Soares. Os policiais tiveram que conter o rapaz e encaminhá-lo para a D.P. Detalhe, já havia uma medida protetiva, que o obrigava ficar afastado da vitima e ele descumpriu.

LEVARAM O “GOLZÃO” - Francisco Felix da Silva, parou seu “Golzão” cinza, NFQ 2302, deixou a chave na ignição, motor ligado e adentrou um supermercado.Sabe o que o ladrão fez? Levou o veículo.

ACHARAM O “GOLZÃO” - Foi assim. Sabe o “Golzão” cinza que o Francisco deixou fácil para o ladrão? Pois é. A PM em patrulhamento próximo ao Setor Primaveras, em uma localidade chamada de “lixão”, encontrou o veículo abandonado com o pneu furado. O veículo foi guinchado e levado para o 29º BPM.

“XANIM, XANIM...” - A PM foi acionada para atender uma ocorrência de ameaça no Centro da cidade, na Rua Xingu. No local, deparou com a vítima Linda Mara Ribeiro informando que Reinaldo Dias de Oliveira, havia lhe ameaçado e ainda ameaçado matar os gatos da mãe da vítima. Diante da narrativa os policiais lavraram o B.O. e encaminharam para autoridades competentes.

TENTANDO ROUBAR - Flavio Junior Marques transitava com sua moto pela Av. Tancredo Cunha próximo ao Setor Primavera, quando dois elementos, um deles portando um revólver cromado, tentaram para-lo. Porém, ele desobedeceu a ordem dada pelos bandidos e acelerou seu veículo. Neste momento, os meliantes dispararam um tiro contra sua pessoa e conseguiram atingi-lo.

DOR, TRAGÉDIA E MORTE - A PM foi chamada no Setor Recreio Bandeirantes, Rua RB 04, onde foram ouvidos disparos de arma de fogo. No local a polícia apurou que o autor dos disparos, Paulo Cesar Vieira Faria, atirou contra sua ex companheira Keila Amarins Prado, atingindo-a por três vezes e também atingiu seu ex enteado Victor Hugo Prado Amador, atingindo seu tórax na região do coração, causando sua morte. Em seguida, suicidou-se, atirando contra sua cabeça. O crime abalou a cidade e deixou famílias carregadas com dor e tristeza. Keila Prado foi operada e levada para UTI na cidade de Itumbiara e seu estado é regular.

QUASE ACERTA! - A Polícia Militar atendeu mais uma ocorrência de disparo de arma de fogo desta vez contra o veículo, Corsa Branco, que era pilotado por Jair aparecido Ferreira Santos Lopes. Ele e outras pessoas iam a sentido Panamá, quando depararam com três elementos próximos à rotatória que dá acesso ao Setor Primaveras a pé. Um dos elementos atirou contra o carro, acertando o para-brisa. Porém, não transfixou o vidro impedindo que a bala acertasse os ocupantes.

NÃO DEU CARGA - O COPOM foi informado que um elemento estaria furtando a bateria de um caminhão na Rua Rio Branco, nas proximidades com a Santa Catarina. Em ação rápida e eficiente as guarnições compostas pelos policiais: Ronaldo Luís, Julho, Dourado e Araújo, chegaram e efetuaram a detenção do autor do furto, Fábio Gonçalves dos Santos que levava consigo a bateria pertencente ao veículo Scania pertencente a Lauriano Cardoso Pimenta.

POLITICANDO

COMEÇOU o mandato e começaram as dores de muitos. Aqueles que ficaram de fora por não fazer parte do “time” e aqueles que ficaram de foram por não terem sido convidados, estão em polvorosa. Nervos a flor da pele e muito veneno na língua.

PACIÊNCIA, este é o pedido mais frequente de toda a equipe de governo do prefeito Zezinho Vieira. Apesar de alguns serem experientes na atuação pública. De acordo com suas afirmações, ainda há muito a ser feito e o momento é de colaboração e calma.

RESPIRANDO um pouquinho, estas são as palavras de alguns aposentados que receberam uma folha de pagamento na semana do aniversário da cidade. Porém, por ser tão grande a necessidade e a urgência da situação destes profissionais e trabalhadores que já deixaram suas marcas pela história do município, o próprio prefeito tenta encontrar com sua equipe, uma saída para um dos maiores problemas herdados pela administração.

CÂMARA Municipal lotada como em poucas vezes se viu. Vereadores novos. Todos, sendo acompanhados de perto pelos funcionários que viram a lei que permitiu a realização de eleições para diretoria do Goiatuba Prev e IAG ser revogada.

AINDA NA Câmara Municipal. Ponto para Gabriel Faleiros, ovacionado por sua posição contaria à revogação da lei. Saiu aplaudido e bem quisto pela classe.

QUEM DISSE poucas e boas a alguns vereadores foram funcionários mais exaltados e revoltados com o resultado, que já era esperado devido o respaldo jurídico, apresentado aos vereadores que acompanharam o parecer.

FALANDO EM VEREADOR, você viu o seu recentemente? Alguns simplesmente desapareceram do convívio social.

 

GOIATUBA comemorou mais um ano. Poderíamos aqui, redigir prosas e versos para esta “Princesa do Sul”. Mas, o que permanece é a esperança de dias melhores, de momentos menos tensos, de momentos de paz, de dedicação total, por parte daqueles que deveriam cuidar bem desta terra. Fica uma expectativa, uma vontade a mais. Porém, tem gente que não está nem ai. Tripudia, denigre, fala o que quer, do jeito que quer e ainda é aplaudido por outros tantos “incautos” que na sua desesperança e desconhecimento da verdade, aplaudem qualquer um que disser o que querem ouvir. O mundo inteiro sabe, menos alguns goiatubenses. Que nem sempre o melhor discurso é a melhor solução, que não é pelo desabafo carregado de dor e muitas vezes até mesmo de inveja que teremos a saída encontrada. Fica aqui a nossa observação, neste momento em que é necessário parar para refletir e observar se o nosso procedimento é o melhor para a cidade que aniversariou e nos acolhe todos os dias. Vai aqui apenas a minha declaração simples: “Goiatuba, terra de gente boa”. Eu te amo. E continuarei a tentar ao menos fazer, mesmo que errando, o melhor para você.

 

 

Marcos Pereira, é radialista, jornalista, palestrante, teólogo, especialista em ciências da religião, graduando em pedagogia e estudante de direito.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior