Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Trio é preso acusado de estupro de vulnerável e divulgação de cenas de sexo

Policiais Civis lotados na Delegacia de Polícia Civil de Goiatuba/GO, prenderam na última terça-feira, 19, Clebio Teodoro Pires, de 44 anos, no estado de Tocantis/TO, com o apoio da Polícia Civil daquele estado, bem como Fábio Capel Júnior, de 40 anos em Vicentinópolis/GO. Já nesta quinta-feira, 21, efetuaram também a prisão de Luiz Paulo Rosa Talmeli, de 31 anos, todos em razão do cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva pela prática do crime de estupro de vulnerável para o primeiro e divulgação de cenas de sexo (sem autorização da vítima) para os dois últimos.

A Polícia Civil informou que, segundo apurado nos autos, Clebio praticou o crime de estupro de vulnerável em desfavor da vítima, no ano de 2015, quando ela possuía 13 (treze) anos de idade. Segundo relatos da vítima, os abusos iniciaram com Clebio tocando as suas partes íntimas, posteriormente houve a prática de sexo oral e, por fim, a conjunção carnal. Em sede policial, a vítima relatou com detalhes que Clebio convivia em seu seio familiar, fato que contribuiu para a ocorrência dos abusos, que ocorreram de forma recorrente. Ademais, a vítima informou que era constantemente ameaçada por ele, inclusive com emprego de arma de fogo, obrigando-a a manter todo o ocorrido em segredo. Segundo a vítima descreveu, os estupros perduraram até agosto de 2017, quando decidiu que não se submeteria mais aos abusos.

Desde esta data, Clebio passou a persegui-la e, no ano de 2019, após a menor de idade iniciar um relacionamento, fotos íntimas suas foram divulgadas em grupos do aplicativo “WhatsApp”.

Após a realização de diligências pela equipe policial, Fábio Capel e Luiz Paulo foram identificados como responsáveis pela divulgação das fotos íntimas da menor em um grupo do aplicativo, sendo também presos, em Vicentinópolis/GO, pela prática do crime de divulgação de cenas de sexo (sem permissão da vítima), delito incluído no Código Penal em 24/09/2018. Segundo a Polícia Civil, após suspeitar da denúncia do estupro em sede policial, Clebio fugiu para o estado de Tocantis/TO.

Mesmo diante de tal fuga, a equipe policial solicitou apoio da Polícia Civil de Tocantins, sendo prontamente atendida, fato que culminou na prisão dele, em uma fazenda, na Zona Rural de Gurupi/TO.

Logo após a realização dos procedimentos de praxe, os investigados foram recolhidos nas respectivas Unidades Prisionais, locais em que se encontram à disposição da Justiça. Fonte/Fotos: 6ª DRP/Itumbiara.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior