Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Itumbiara -

GENARC prende 4 por lavagem de dinheiro em Piracanjuba

Policiais Civis do GENARC de Itumbiara e da Delegacia da Polícia Civil de Piracanjuba chefiados pelos Delegados de Polícia Rilmo Braga e Vicente Paulo e Silva e coordenados pelo Delegado Regional de Polícia de Itumbiara Ricardo Chueire prenderam na tarde de ontem na referida cidade Lucas Marinho Araújo, de 22 anos (laranja que cedeu conta bancária em Piracanjuba), Roberto Carolos Maya Barbosa, de 46 anos (piloto), Marco Antônio Jayme Roriz, de 46 e o chefe da associação criminosa e Douglas Marcelo Alencar Shimtt, de 39 anos, suspeitos da prática de crimes de Lavagem de Dinheiro, Associação Criminosa (antigo crime de quadrilha ou bando) e Crime Contra a Ordem Tributária, cometidos em Piracanjuba nos últimos dias.

Investigadores do GENARC monitoravam pistas de pouso clandestinas na região sul do estado que estariam sendo utilizadas para a troca transporte de grande quantidade de drogas para a região e que agências bancárias das cidades mais próximas estariam sendo usadas para lavagem de dinheiro proveniente do tráfico.

Durante a vigilância policial foi identificado o pouso da aeronave apreendida na cidade de Piracanjuba, razão pela qual a operação policial foi desencadeada. No local identificamos os presos Douglas, Lucas e Marco, que chegaram no aeroporto de Piracanjuba em um Hilux, enquanto o piloto já estava com o avião ligado e pronto para a decolagem, mas que foi perseguido, abordado e impedido de decolar pelos Policiais Civis.

Todos foram abordados e foi apreendido na posse de Douglas R$ 500 mil e 3,6 kg de folhetos políticos no interior do avião. Nenhum entorpecente foi localizado, razão pela qual a Delegacia Regional foi acionada.

Os presos foram encaminhados para Polícia Civil local e autuados pelos crimes de lavagem de dinheiro, associação criminosa e crime tributário, foram recolhidos a carceragem da SAPEJUS e a prisão devidamente comunicada ao Poder Judiciário e Ministério Público da Comarca de Piracanjuba.

Já na Delegacia todos, menos o piloto, confessaram aos policiais que aquele dinheiro se destinava a custear despesas de campanha do Candidato Marcelo Miranda ao Governo de Tocantins, porém, ao terem o direito de acesso a Advogado, mudaram a versão e passaram a afirmar que seria fruto de um empréstimo tomado por Douglas em Brasília e que a conta do piracanjubense Lucas teria sido emprestada para isso, ou seja, receber o dinheiro.

O piloto por sua vez indicou que a aeronave pertence ao tocantinense Ronaldo Japiassú e que este lhe ordenou que atendesse com o avião um "tal" Cleanto, participante da campanha do PMDB em TO, mas que nada sabia sobre dinheiro ou campanha política.

A Polícia Civil esclareceu que o Inquérito Polícia será concluído em Itumbiara, em atuação conjunta dos Delegados do GENARC, de Piracanjuba e da Delegacia Regional, e que o mesmo será finalizado e remetido ao Poder judiciário de Piracanjuba e este  visa somente a elucidação dos crimes pelos quais os detidos foram autuados, sendo que, diante dos indícios fortes de crimes eleitorais, a Procuradoria Regional Eleitoral de Tocantins(Ministério Público Federal) e TRE daquele Estado receberão cópias integrais do procedimento lavrado em Goiás, para que lá se apure se realmente trata-se de dinheiro oriundo de Caixa 2 de Campanha, uma vez que tal investigação não é de responsabilidade da PC-GO. Fonte: GENARC/6DRP

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior