Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Itumbiara -

GEPATRI frustra assalto a caixas eletrônicos

 

A Polícia Civil do Estado de Goiás, através do  GEPATRI-Grupo Especial de Repressão a Crimes contra o Patrimônio da  6ª DRP,  realizando investigações sobre suspeitos de planejarem roubos na Cidade de Itumbiara-GO, conseguiu identificar um indivíduo conhecido por Caio César Ferreira, 25, possuidor de um veículo GM corsa, cor branco,  foragido da Justiça do município de Uberlândia (MG) estaria nesta cidade, com seus comparsas,  planejando explodir caixas eletrônicos.

Assim, ao tomarmos ciência de que Caio teria deixado seu veículo em uma auto elétrica na Avenida Celso Maeda para conserto, realizamos campana e identificamos a referida oficina, onde duas equipes de agentes o aguardavam retirar o veículo. 

Ocorre que outros dois indivíduos, em uma motocicleta, é que foram retirar o veículo, momento em que foi dado voz de parada aos mesmos, sendo que Rogério da Silva, 34, fugiu na motocicleta e Hildo da Silva Vilela Neto, 18, carona na motocicleta, que retirou  o veículo GM Corsa de propriedade de Caio da oficina, foi detido e informou aos agentes onde era o imóvel que eles residiam e o imóvel onde Rogério da Silva poderia estar escondido após aquela fuga.

No interior da residência onde residia Rogério, Caio, e a adolescente L. D. C 16, foi apreendido um artefato explosivo, de grande tamanho, com aproximadamente 3KG, próprio para a detonação de caixas eletrônicos (feito com estrutura de metalon, em que o explosivo fica concentrado, prensado, lacrado com Durepoxi e com estopim na ponta, situação que maximiza a explosão), além de toca ninja, alavanca  e ferramentas, próprio de ladrões que tentam esconder seus rostos e arrombar caixas eletrônicos.

Em seguida, os agentes iniciaram uma perseguição, visando capturar o fugitivo da motocicleta que adentrou em um imóvel de outra comparsa Maria Eunice Santos de Castro, 45, que ao abrir o portão para que Rogério entrasse com a motocicleta, foram interceptados pelos agentes e todos conduzidos à Sede do GEPATRI para as providências legais, onde a autoridade policial, após entrevistar as partes, ratificou a voz de prisão em flagrante pela posse ilegal de artefatos explosivos e associação criminosa, conforme artigo 16, inciso III da lei 10.826/03 c.c. Artigo 288, Parágrafo Único  do código Penal, cuja pena pode chegar a 8 anos de reclusão.

As investigações demonstram que a associação criminosa, segundo informações dos mesmos, visava explodir os caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal, localizados no interior do Fórum da Comarca de Itumbiara, demonstrando, assim, o grau de periculosidade e audácia dos autores, sendo certo que as investigações da Polícia civil/ GEPATRI-6DRP continuarão visando prender os demais integrantes da associação criminosa, especialmente CAIO, que tentava se instalar neste município e aterrorizar a vida dos cidadãos de Itumbiara.

Todos os detidos e o foragido são de Uberlândia-MG.

Material que seria usado pelo bando no assalto a caixas eletrônicos

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior