Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Vicentinópolis -

Ladrões voltam a atacar agência do Banco do Brasil

Ladrões voltam a atacar agência do Banco do Brasil


Roberto Sousa
Pela quarta vez, somente neste ano, a agência do Banco do Brasil de Vicentinópolis foi vítima da ação de ladrões especializados em explodir caixas eletrônicos. O assalto ocorreu, por volta das 3 horas da madrugada de domingo, mas, antes de se dirigirem à agência bancária, quatro elementos chegaram em um posto de combustíveis, que fica na entrada da cidade, dirigindo um veiculo VW modelo Gol, com placas JLH 2433 de Paraíso –TO, renderam todos que se encontravam no local, em número de cinco, contando com o vigilante do posto, Gésio Luiz Costa. Os bandidos encapuzados e armados, pediram as chaves de uma Van, ano 2013, pertencente a um cliente do posto, o produtor rural José Carlos Pontieri, que estava estacionada no pátio, obrigaram os reféns a entrarem no veiculo, e, dirigiram-se todos para a agência do Banco do Brasil. Ao chegarem, no local, ordenaram aos reféns para descerem e se ajoelharem no chão, onde permaneceram com um dos bandidos vigiando e com  uma arma apontada para suas cabeças. Enquanto isso, os demais elementos da  quadrilha, entraram no interior da agência bancária, e, explodiram um dos terminais de caixa eletrônico, com o objetivo de pegar o dinheiro existente em seu interior. Mas, o assalto foi frustrado, pois não  conseguiram levar nada. É a segunda vez que isso acontece!

Intimidação - No momento da explosão, que foi muito forte, e ouvida em quase toda a cidade, havia muita gente nas ruas, e , as pessoas que passavam nas proximidades do local do assalto, eram intimidadas com vários tiros, dados pelos bandidos, para se afastarem.  Em seguida, ocuparam novamente a Van, juntamente com os reféns, e, empreenderam fuga, saindo em direção á GO 320, sentido de  Edéia. Pararam  á uns cinco quilômetros do trevo, roubaram tudo  que os reféns traziam com eles, inclusive,  um deles, um jovem que havia parado no posto para calibrar os pneus de sua moto, ficou sem a quantia de 1 mil reais, e um celular do mesmo valor, da marca Samsung. O vigilante do posto, também , teve que entregar  aos bandidos, em torno de 500 reais e um relógio da marca Orient. Os outros reféns também ficaram sem os seus telefones celulares. Em seguida, os ladrões após  liberarem as vítimas, atearam fogo na Van, e, fugiram em outro veiculo que lhes dava retaguarda.
Coagida - De acordo com declarações do comandante do grupamento de Polícia Militar local, o primeiro sargento  Eurípedes Celestino, a audácia dos bandidos foi surpreendente, pois, um dos integrantes do bando, enquanto os outros agiam na agência bancária, ficou circulando de motocicleta, e, atirando, nas proximidades da casa dele, para que o mesmo, não saísse. Ainda segundo o comandante, foi ele quem  deu ordens aos policiais que se dirigiam para atender a ocorrência, para que, aguardassem  a retirada dos bandidos, para chegar ao local, evitando assim,  um confronto com os bandidos, visando  preservar   a integridade física dos reféns.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior