Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
De Olho Aberto -

De Olho Aberto

Debandada (I)

O Blog Goiás24h publicou na última quarta-feira, 28, matéria dando conta de que o grupo encabeçado por Nelson Castilho e o ex-prefeito Hermes Traldi viraram a página e que eles não querem mais “saber de conversa com o governador Ronaldo Caiado”.

Debandada (II)

Segundo o Blog, este descontentamento é fruto de que até aquela data (28/08), nenhum nome ligado ao grupo havia sido nomeado no Governo Estadual, o que entenderam como desprezo.

Debandada (III)

O Blog cita ainda que o grupo traldista reclama de que apenas nomes ligados ao ex-prefeito Fernando Vasconcelos (PP) foram nomeados até o momento, mesmo com o ex-prefeito sendo candidato a deputado e chegando a ser cotado para ocupar uma secretaria no Governo caiadista, além de seus laços com o governador.

Debandada (IV)

Na notícia publicada pelo BLOG Nelson Castilho faz um desabafo e cita que “quem tem moral com Caiado é o Fernando Vasconcelos”. O desabafo foi em forma e um áudio, publicado no BLOG.

Debandada (V)

A decisão liderada por Nelson Castilho e Hermes Traldi é vista como temerária por alguns aliados, já que pode fragilizar o grupo que tenta viabilizar uma aliança para disputar o Governo Municipal.

Debandada (VI)

Segundo análises de alguns conhecedores da política goiatubense, o Governador Ronaldo Caiado não abriu espaço para o grupo face as disputas internas, alegando que eles não se entendem dentro do próprio grupo.

Pró-Goiatuba (VII)

A parceria entre o prefeito Zezinho Vieira e a Câmara de Vereadores tem alavancado importantes relacionamentos na busca de benefícios para o município de Goiatuba.

Pró-Goiatuba (I)

Esta semana o prefeito liderou comitiva reforçada com as presenças dos vereadores Beto Construtor, Rogério Conga e o presidente da Câmara, Beto Buzain e manteve uma série de encontros e reuniões buscando soluções para as demandas do município.

Pró-Goiatuba (II)

Segundo o prefeito, “esta parceria visa buscar soluções definitivas para uma série de demandas, como é o caso do nosso Polo Empresarial (Distrito Industrial), onde temos empresas interessadas em se instalar em Goiatuba, mas não o Polo ainda não está dotado de infraestrutura.

Pró-Goiatuba (III)

O prefeito Zezinho Vieira elogiou o engajamento dos vereadores e agradeceu pelo apoio. “Goiatuba só seguirá sua trajetória de reconstrução de sua história, retomada do desenvolvimento se nos unirmos em torno desse propósito, e nossos vereadores estão de parabéns por perceberem a importância dessa união”.

Pró-Goiatuba (IV)

Os vereadores tem sido companhia constante do prefeito nas reuniões e audiências junto aos órgãos do Governo Estadual e contribuído de forma significativa na interlocução e apresentação das demandas goiatubenses.

Pró-Goiatuba (V)

O prefeito Zezinho Vieira revelou que “mesmo diante das dificuldades iniciais de qualquer governo, nossas tratativas com o Governo Estadual têm sido positivas e a população pode aguardar que muito em breve teremos notícias boas para divulgarmos”.

Eleição no CMS (I)

O Conselho Municipal de Saúde terá eleição para renovação de seu quadro no mês de outubro. O Conselho é um órgão consultivo e deliberativo das políticas públicas do setor.

Eleição no CMS (II)

O órgão é formado por representantes classistas e de organismos sociais, como os clubes de serviços e entidades religiosas. Podem indicar representantes para o Conselho entidades e instituições que não tenha representante por com dois mandatos seguidos.

Eleição no CMS (III)

Esta regra visa dar mais efetividade democrática, bem como oportunidade para que todas as entidades ou instituições possam participar na formação do Conselho, bem como a rotatividade de membros da sociedade local.

Eleição no CMS (IV)

Uma das preocupações do Ministério Público na formação do novo Conselho é para que as entidades ou instituições com direito a inscrevam membros para o Conselho não indique pessoas que sejam pré-candidatas ou tenham interesses políticos partidários.

Eleição no CMS (V)

A preocupação do MP é que caso haja pessoas com esse perfil, o Conselho seja contaminado pelo processo eleitoral no ano que vem, prejudicando seu funcionamento.

Eleição no CMS (VI)

As entidades ou instituições que queiram inscrever seus representantes têm até o dia 20 de setembro para fazer esta inscrição. É bom ressaltar que estas pessoas indicadas vão ajudar a elaborar e a fiscalizar as políticas públicas no setor de saúde pelos próximos dois anos.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior