Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
De Olho Aberto -

De Olho Aberto

Todos no MDB? (I)

Pelos últimos acontecimentos, especialmente do mês de agosto pra cá, tudo indica que a sigla deverá ser o novo abrigo de muitos figurões políticos aqui nas Bananeiras.

Todos no MDB? (II)

O partido que sofreu uma grande desidratação desde o início desta década agora parece ser o queridinho de muitas “velhas estrelas”, aliás, algumas delas até já estiveram neste aprisco eleitoral.

Todos no MDB? (III)

Recentemente, a sigla voltou a ganhar visibilidade graças ao bom desempenho de seu presidente estadual nas eleições estaduais, onde Daniel Vilela desbancou o ex-governador Zé Eliton (PSDB) chegando em segundo lugar.

Todos no MDB? (IV)

Com esse ressurgimento diversos diretórios voltaram a se mexer e em Goiatuba não foi diferente. Atualmente o partido no município é comandado por Cassius de Paula, que já declarou sua pré-candidatura a prefeito.

Todos no MDB? (V)

Todavia, alguns políticos da “velha guarda” também querem esse espaço e tentam viabilizar seu reentrê na sigla. Exemplo é o ex-prefeito Reinaldo Cândido, que apesar de ter sido cassado em 2013 tenta viabilidar uma nova candidatura.

Todos no MDB? (VI)

O ex-prefeito compareceu no evento estadual do partido na última segunda-feira e segundo algumas testemunhas, ele saiu de lá filiado. Apesar de ser uma novidade já que ele tinha o comando do PSDB no município há alguns anos, não há nada de estranho na sua filiação, até porque ele já foi vereador e vice-prefeito pela sigla.

Todos no MDB? (VII)

Só que alguns analistas acreditam que o ex-prefeito pode ter escolhido um abrigo inóspito tanto para ele quanto para seu projeto, caso consiga viabilizar uma candidatura para as eleições de 2020.

Todos no MDB? (VIII)

É importante lembrar que o MDB agora também conta com a cara de Jovair e Henrique Arantes, que recentemente migraram-se do PTB e ganharam posto de destaque no processo de revitalização do partido.

Todos no MDB? (IX)

No caso de Goiatuba, o nome que sempre representou a dupla Arantes é o ex-vereador Saulo Severo. A pergunta é: “Ele assumirá esse papel também no MDB goiatubense?”

Todos no MDB? (X)

André Luiz, o Picum, também é amigo pessoal de Daniel Vilela e deve ocupar papel importante no novo diretório da sigla em Goiatuba, tudo já vislumbrando o projeto 2022 do presidente emedebista que pretende se candidatar novamente ao Governo Estadual.

Todos no MDB? (XI)

Por outro lado, há uma série de liderança ligadas ao Palácio Dr. Joaquim Rozendo Pinto Filho que também foram convidadas para ingressar no partido, cujo objetivo é eleger alguns vereadores e se não viabilizar uma chapa majoritária forte, pelo menos compor uma chapa vitoriosa, o que não ocorreu em 2016.

Não deu (I)

Um grupo de pessoas que trabalhou como cabo eleitoral do governador Ronaldo Caiado (DEM) e que ainda está sem eira ou beira (diga-se, sem cargos), preparava um manifesto contra o governador por vir à Goiatuba inaugurar uma obra juntamente com o prefeito Zezinho Vieira (PP).

Não deu (II)

O grupo que faz de um tudo para tentar tirar os créditos do prefeito Zezinho Vieira quanto a pavimentação da GO 319, em Marcianópolis, inclusive usando alguns ilustres desconhecidos e vinculados a lideranças votadas em Goiatuba, não se conforma em ver o governador cumprir seu papel de gestor do Estado e principalmente, papel republicano.

Não deu (III)

É preciso que alguns dos líderes ligados ao governador conte a estes seus torcedores que a eleição estadual acabou e que ele já assumiu o comando do Estado. Aliás, lembra-los também que a obra de pavimentação foi autorizada pelo seu antecessor, no entanto, a placa inaugural levará o nome de Caiado, como manda o princípio democrático.

Candidaturas frias (I)

Os pré-candidatos em toda região se quer colocaram o nariz para fora. Ninguém consegue analisar onde querem chegar. Se é esconder das novas regras eleitorais ou evitar o contato com o eleitor na tentativa de “baratear” o custo eleitoral.

Candidaturas frias (II)

Em Joviânia o grupo ligado ao prefeito Max Pereira Barbosa (PSDB) tem pelo menos 5 pré-candidatos, enquanto a oposição figura com dois, no máximo três candidatos. Como destes dois são irmãos, pode se afirmar que são dois, correto?

Candidaturas frias (III)

Dos 7 ou 8 pré-candidatos, nenhum colocou efetivamente o nariz para fora do muro, ou seja, são ou não pré-candidatos? É preciso alerta-los de que o eleitor precisa saber se serão ou não.

Candidaturas frias (IV)

O mesmo ocorre também na cidade de Buriti Alegre, onde há um bom número de supostos pré-candidatos, mas na rua nada de movimento.

Candidaturas frias (V)

Apenas o vereador Félix Alves que fez um balão de ensaio, mas também já deu uma esfriada, acomodando-se na onde de seus prováveis adversários. Com isso o prefeito André Chaves (MDB) vai se preservando e tentando viabilizar alguns caminhos.

Candidaturas frias (VI)

Porteirão deverá ter o vice-prefeito Natal como pré-candidato do grupo ligado ao prefeito Cunha e Henrique da Conab na condição de oposição, pelo menos é o que mostra o atual cenário.

Candidaturas frias (VII)

Aloândia parece ser a maior incógnita da região. Apesar de um ou outro movimento, ninguém diz nada sobre possíveis candidaturas.

Candidaturas frias (VIII)

Já Vicentinópolis deve ter o prefeito Branquinho na condição de pré-candidato a reeleição e a dúvida é se o médico Dr. Gilberto virá novamente para o pleito ou não.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior