Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
De Olho Aberto -

De Olho Aberto

Pouca mudança (I)

Julho se foi, agosto chegou e o cenário eleitoral visando o pleito que acontecerá em 2020 continua quase o mesmo. Ou seja, geladérrimo e com pouquíssima movimentação.

Pouca mudança (II)

A bem da verdade, geladérrimo mesmo só está o cenário eleitoral, porque frio que é bom praticamente ainda não aconteceu neste inverno. Assim, era para os pretensos postulantes aos cargos eletivos do ano que se movimentassem um pouco mais.

Pouca mudança (III)

Quem andou um pouco nos últimos dias foi ex-prefeito Reinaldo Cândido, que procurou algumas lideranças falando de suas intenções para o ano que em 2020. Reinaldo foi eleito em 2012 e teve seu mandato cassado em 2013.

Pouca mudança (IV)

O ex-prefeito está na busca de opiniões sobre seu projeto e, claro, tentando já iniciar tratativas com foco em apoio para o seu projeto pessoal. É bom lembrar que em 2016 sua esposa Márcia Cândido perdeu a eleição, considerada por muitos como imperdível.

Pouca mudança (V)

Já o agroempresário Guilherme Pontieri confidenciou à Coluna que tem sim o sonho de comandar a cidade de Goiatuba, mas que seu projeto político depende de uma série de fatores e só o tempo dirá se será candidato ou não, e sendo, quando.

Pouca mudança (VI)

Guilherme comanda os negócios da família que estão em franco crescimento, o que poderia ser um obstáculo para projetos políticos no curto prazo. Mas também serve para mostrar seu sucesso e potencial como gestor.

Pouca mudança (VII)

Alguns vereadores também andaram se movimentando nos últimos dias. Uns procurando respaldar seu projeto de reeleição e outros um pouco mais audaciosos procurando criar musculatura político-eleitoral para alçar voo mais alto.

Pouca mudança (VIII)

Estes parlamentares já buscam se articular tentando mudar o histórico do Legislativo, onde nos últimos 3 pleitos apenas 1 vereador foi reeleito por pleito, uma das menores médias de reeleição no Estado.

De volta (I)

Falando em vereadores, eles já retomaram os trabalhos. O recesso parlamentar terminou no último dia 31 e a Câmara de Vereadores já funciona normalmente.

De volta (II)

A expectativa é de que este semestre alguns projetos importantes sejam apreciados pelo Legislativo Municipal e entre eles deve votar novo pedido de suplementação orçamentária, já que alguns setores da administração municipal esgotou o orçamento aprovado.

De volta (III)

O setor que mais tem enfrentado problema com a falta de dotação orçamentária é a Secretaria de Saúde, que atualmente não possui mais orçamento nem para cumprir mandados judiciais. Pior, em diversos momentos, esses mandados já são bloqueando os recursos do Fundo Municipal de Saúde, criando um grande problema para manutenção dos serviços.

De volta (IV)

Alguns dos projetos que devem chegar neste semestre ao Legislativo devem estar relacionados à implantação e execução do Plano Integrado de Enfrentamento ao Aedes aegypti, que tem trazido muito transtorno à saúde pública.

De volta (V)

A coordenação do Plano propôs a revisão de algumas leis e códigos do município, o que já está sendo estudado pela Assessoria Jurídica para elaboração dos Projetos de Leis. O Aedes tem feito muitas vítimas e este ano sobrecarregou o serviço de saúde.

Porteirão (I)

O prefeito Cunha que está em seu segundo mandato tem feito um excelente trabalho frente ao Poder Executivo e transformou a cidade, modernizando a gestão pública e promovendo algumas transfor-mações estruturais com grandes obras.

Porteirão (II)

O desafio seguinte de Cunha é tentar fazer seu sucessor. Algo que nem sempre é tão simples, já que muitos “companheiros” querem herdar este capital politico. A princípio, se nada mudar, Natal seu vice-prefeito deve ser o candidato do grupo.

Porteirão (III)

Natal tem sido um grande aliado de Cunha na administração e sempre que é chamado está pronto para atender. Sua simplicidade pode ser um grande trunfo junto ao eleitor mais simples.

Porteirão (IV)

Já pelo lado da oposição, Henrique da CONAB manteve-se em campanha permanente e deve ser o principal nome da ala na disputa para pleito vindouro.

Porteirão (V)

Quanto ao Legislativo, ao que o cenário mostra atualmente, nenhuma surpresa deve se apresentar e a maioria dos atuais parlamentares ao que tudo indica serão candidatos à reeleição.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior