Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Agronegócios -

Produtores do Oeste Goiano reclamam de falta de energia

Michelle Rabelo
Durante suas andanças pelos quatro cantos do estado, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, não tem encontrado muitas surpresas. As reclamações são muito semelhantes e a falta de energia lidera a lista de queixas. Foi o que aconteceu nos municípios de Arenópolis, Bom Jardim de Goiás e Aragarças, Região Oeste de Goiás, por onde o presidente passou nesta terça-feira (27).

Em Aragarças, além da falta de energia, que compromete em cheio a produção, compuseram a lista de reclamações questões como: insegurança rural e necessidade de mais investimentos em assistência técnica para quem trabalha no campo.

No final da manhã, José Mário esteve em Bom Jardim de Goiás, onde se reuniu com presidentes de Sindicatos Rurais (SRs), produtores e representantes de cooperativas. O encontro aconteceu na sede do SR de Bom Jardim e na ocasião, também foram debatidos impasses que os produtores vêm enfrentando, principalmente devido à falta de chuva.

As más condições das estradas – pelas quais a produção é escoada – e a falta de assistência técnica adequada também foram discutidas na reunião. “O caminho é cobrar mais ostensivamente os resultados. Goiás é bom demais para se contentar com falhas tão grosseiras. Para produzir conforme sua capacidade, o produtor precisa de assistência técnica direcionada e eficaz, cooperativas mais organizadas e vontade de trabalhar”, afirmou o presidente na ocasião.

Já no início da tarde, José Mário concluiu as visitas em reunião no município de Arenópolis, sendo recebido por cerca de 50 pessoas. “Nós temos que lutar muito para que a produção rural possa estar contribuindo ainda mais para nossa economia. Está na hora de nós cobrarmos ações mais fortes, seja dos governos municipal, estadual ou federal. Goiás é um estado lindo, cheio de recursos e riquezas naturais, mas falta sob ele um olhar mais carinhoso por parte do poder público”, completou.

O encontro, que foi transmitido ao vivo pela rádio da cidade, aconteceu na Associação de Produtores Rurais Zé Manoel (Aprozem). Na ocasião, o presidente da federação falou também sobre sua preocupação com a cidade e com as mudanças que precisam acontecer, levando progresso e melhoria de vida à população. “Uma agência bancária para que o produtor não precise se deslocar até Piranhas para fazer qualquer transação financeira. Uma patrulha com tratores, arados, grades, condições de plantar e colher, escrever cada história com mais dignidade. Hoje eu saio daqui com o compromisso de caminhar ao lado de Arenópolis em busca de melhorias”, pontuou.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior