Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Artigo -

Valores X Técnicas

Valores X Técnicas


Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida. As pessoas têm mania de falar que trabalham para seus patrões. Não, você trabalha pra você! Para ver o conforto da sua família, para ver um sonho ou seu, de seus filhos, de seu esposo (a), de seus pais serem realizado, para se manter ou mesmo para colocar o básico dentro de casa. Mas é pra você!

Vivemos com manias ou costumes ou supostas regras que nos limitam a ver o mundo de outra forma. Se pararmos para analisar, toda cidade de interior teria tudo para ter ótimos profissionais. Não vivemos em uma cidade pequena e que todos conhecem praticamente toda sociedade? Poderia ser personalizado todo o atendimento! Teria tudo para seus cidadãos que no início do dia ao levantarem dizerem: Eu vou arrasar hoje! Vou fazer meu dia uma festa! Porque preferir dizer: “Vou dar duro hoje.” “Vou pra “luta.” Vou dar meu sangue na “empresa.”? Temos que quebrar paradigmas! Os profissionais muitas vezes não compartilham seus conhecimentos por medo de perder seu lugar na empresa.  Quem tira “sua cadeira” é você mesmo! E outra: não adianta você saber muito, não compartilhar e não executar é a mesma coisa de não saber. Um exemplo: têm pessoas que conhecem tudo sobre Obras de Artes. Sabe o ano que foi feito a obra, qual foi o Artista, o Tema, a Inspiração que o Artista teve e o valor de cada quadro... Mas isso significaria muito na nossa cultura? Talvez. É bacana dialogar com uma pessoa sábia. E se te perguntarem um dia sobre alguma obra de arte, você saberia sair da situação sem problemas e não precisou ler nenhum livro de 399 páginas. Isso é simples troca de informações.

Conversar, respeitar o próximo nos faz pessoas verdadeiramente humanas. Tem muitas pessoas que são “bolas murchas”, vivem dizendo para você que é a “bola cheia”: Você não irá conseguir reconhecimento, que não adianta trabalhar, dedicar a algum projeto que não obterá êxito. Nem aumento salarial terá! Nem pense que eles vão te pagar hora- extra... Enfim, coragem para essas pessoas!

Jamais aquelas pessoas com brilho próprio irá desanimar, não faria parte de sua personalidade. Mas vamos combinar, é horrível você deparar com pessoas de mau humor, que não acreditam no seu próprio potencial, que não conhecem motivação e só sabem reclamar e falar de doenças, de dores, de perdas e falta de dinheiro. Vocês conhecem alguém assim? Não precisa nem olhar agora para o lado.

Experiência nos deixa mais confiável em qualquer situação. Claro, que é necessário buscarmos reciclagens, inovações, englobar nas tecnologias...

Tem uma frase que chama minha atenção: “Técnicas se ensinam, mas valores não! Empresários optam em contratar pessoas que se relacionam bem”.

O que custa dizer um BOM DIA? O que custa sorrir? Temos que rever mais nossos princípios e analisar se não estamos vendendo a alma para o “diabo” simplesmente para ter um salário no final do mês. É em todas as situações que precisamos ter os pés no chão e fazer com os que estejam ao nosso lado sinta-se bem, seguro, amado, confiante no que poderá vir pela frente.

Quebrar paradigmas! Não é porque abrimos os estabelecimentos do comércio as 08:00hs da manhã e fechamos às 18:00hs todos os dias que a partir de amanhã não venderemos mais por optarmos em abrir às 10:00hs com Ânimo e Satisfação em ver seu cliente bem atendido. Arrisque-se com estratégia!

Não acredite em algo simplesmente porque ouviu. Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito. Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração. Mas depois de muita análise e observação, se você vê que algo confere com a razão, e que conduz ao bem e beneficio de todos, aceite-o e viva-o. Os mais experientes não se permitem ainda em ter paradigmas para ser quebrados. Analise uma proposta de mudança e acredite: Inovar alimenta a alma e jamais fará você perder sua essência.

Tenham todos os melhores dias de trabalho! Muito sucesso a todos!

 

Andréia de Moraes Sousa, goiatubense, filha de Gercino (falecido) e Maria José, irmã do Rogério e esposa de Fernando Vasconcelos. Atualmente, exerce uma honrosa função de Assessora Contábil de um Escritório de Contabilidade.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior