Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Regional -

Governo faz repasse à Santa Casa de misericordia

Governo faz repasse à Santa Casa de misericordia


O Governo de Goiás vai repassar cerca de R$ 20 milhões à Santa Casa de Misericórdia de Goiânia. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, dia 22, pelo governador Marconi Perillo na cerimônia de abertura da Jornada da Cidadania da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). Também foi entregue um cheque de R$ 800 mil pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) à universidade para a realização do evento. A expectativa dos organizadores é que cerca de 100 mil pessoas participem da Jornada em busca de atendimento gratuito. A cerimônia foi na Área 1 da Puc, no Setor Universitário.

Além do repasse de recursos, o Governo de Goiás é parceiro da PUC Goiás na realização da Jornada levando diversos serviços ao evento. Entre eles estão os programas da OVG, o Vapt Vupt, estandes do Corpo de Bombeiros e do Comando Ambiental da Polícia Militar. A Jornada da Cidadania reúne em um só espaço a Semana de Cultura e Cidadania e a Semana do Folclore da PUC Goiás e a Feira da Solidariedade da Arquidiocese de Goiânia. Desde o início desses eventos, há cerca de nove anos, o Governo é parceiro.

Com presença da presidente da OVG, Valéria Perillo, foi entregue um cheque de R$ 800 mil da instituição à universidade para a realização do evento Marconi Perillo expôs que o documento autorizando o repasse de recursos para a Santa Casa foi encaminhado ao Legislativo para aprovação. “Nós do governo estadual não estamos nos sentindo responsáveis tão somente pelos grandes hospitais que são do governo estadual, nós estamos mudando esses hospitais, transformando esses hospitais. Nós estamos ajudando o Hospital de Queimaduras, São Cotolengo, o Hospital do Câncer, a Santa Casa de Anápolis, de Goiás e tantos outros. E agora chegou a vez de um forte, expressivo apoio, talvez o maior de todos os tempos, à Santa Casa de Misericórdia para que ela possa se organizar e ter condições de trabalhar mais, faturar mais e com isso ter definitivamente o seu reequilibrio financeiro”, pontuou.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior